Skip to Store Area:

Home

Tarô Dourado de Botticelli - com 78 Cartas Coloridas

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

Tarô Dourado de Botticelli - com 78 Cartas Coloridas

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Esgotado.

De: R$77,77

Por:
R$62,26

Descrição Rápida

Autor(es) :  Atanas Alexandrov Atanassov
ISBN: 978-85-370-0443-2
Páginas: 120


Botticelli foi um dos mais importantes artistas italianos do Renascimento Cultural. Dedicou-se à pintura em plena juventude, mostrando ao mundo seu talento nato para as artes. Em suas obras, seguiu temáticas religiosas e mitológicas. Resgatou, de forma brilhante, vários aspectos culturais e artísticos da civilização greco-romana.
As pinturas de Botticelli são marcadas por forte realismo, movimentos suaves e cores vivas. Entre suas principais obras, destacam-se: A Primavera, O Nascimento de Vênus, A Adoração dos Magos, O Castigo dos Rebeldes, A Tentação de Cristo, A Coroação da Virgem e O Inferno de Dante. As obras de Botticelli serviram de inspiração para a confecção deste tarô, cujas cartas descrevem de modo alegórico os mais diversos sentimentos humanos, como medo, paixão, desejo, tensão, etc. Cada uma das 78 figuras que compõem os Arcanos Maiores e os Arcanos Menores representa um microcosmo muito atual dos buscadores modernos.
O Tarô Dourado de Botticelli é composto pelo livro com orientações para a interpretação do baralho e 78 cartas coloridas, com acabamento dourado, por meio das quais você poderá fazer sua conexão com o Divino.


Release:

Alessandro di Mariano Filipepi, que ficou conhecido mundialmente como Sandro Botticelli, nasceu em Florença em 1445. Por volta de 1465, entrou para o ateliê de Filippo Lippi. Depois, trabalhou como ajudante de Andrea Verrocchio e conheceu Piero Pollaiuolo, dos quais obteve forte influência em seu trabalho.
Com apenas 25 anos, Botticelli já era proprietário de um ateliê. Entre suas obras ali produzidas, destacam-se a alegoria de A Fortaleza e São Sebastião. Por volta de 1477, pintou uma de suas telas mais conhecidas, A Primavera, a qual traz Vênus diante de uma paisagem arborizada, em companhia das Três Graças, de Mercúrio e de Flora, entre outros personagens da Mitologia.
O quadro era uma alegoria do reino de Vênus, e a deusa representava a humanita, ou seja, a cultura florentina da época.
Em 1481, Botticelli foi convidado pelo papa Sisto IV para trabalhar em Roma, com Ghirlandaio, Luca Signorelli, Cosimo Rosselli e Perugino, na decoração da capela Sistina, onde pintou A Tentação de Cristo e dois episódios da vida de Moisés, obras que lhe renderam muita fama.
Em Florença, trabalhou para a família Medici e participou ativamente do círculo neoplatônico impulsionado por Lourenço, o Magnífico. Realizou obras de caráter profano e mitológico, como Marte e Vênus, Palas e o Centauro e O Nascimento de Vênus. Entre os quadros religiosos, destaca-se a Virgem do Magnificat.
Botticelli morreu em Florença em 17 de maio de 1510, quando triunfava na Itália a estética do Alto Renascimento.
Para os estudiosos da arte, a pintura renascentista adquiriu, na segunda metade do século XV, com Botticelli, um caráter refinado, melancólico e elegante, afastado das buscas científicas do princípio do século.

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.